fbpx

O que é DX (Developer Experience)

por maio 14, 2019Técnico

E por que quem trabalha com produtos digitais deveria estar olhando para isso com carinho.

Termos como UX, UI e experiência do usuário como um todo já não são novidades para muitas pessoas que trabalham com tecnologia, conteúdos como esses se multiplicam cada vez mais, e você pode aprender muito sobre eles em poucos minutos.

É importante ressaltar que a experiência deixou de ser só layout e CSS há algum tempo, e hoje, está muito mais orientada à jornada do consumidor, seus touch-points, pain-points, e em como ajudar essa pessoa a solucionar um problema de forma melhor.

Dentre os vários mercados de produtos digitais em ascensão temos em destaque o de desenvolvimento, a cada dia os devs se tornam mais ativos e exigentes com suas experiências e qualidade dos produtos que utilizam.

Em contrapartida, na grande maioria de produtos criados para eles, a experiência é terrível e pode chegar a ser traumática.

Não entendo porquê isso acontece, mas acho que, por se tratar de uma persona mais técnica, os responsáveis pela UX do produto acabam acreditando que o developer vai se virar, mas isso está errado, developers merecem soluções tão bem desenhadas quanto pessoas não técnicas.

Esse pensamento, como falei anteriormente, gera experiências terríveis e até traumáticas, e estes são um dos fatores de rejeição de varias novas soluções neste mercado.

Me aprofundando nesse tema, vi muitas pessoas já falando sobre experiências ricas para developers, onde o conceito já possui nome, DX — Developer 

O que é DX

Developer Experience é o equivalente a User Experience quando o usuário principal do produto é um developer. DX se preocupa com a experiência que o developer tem ao usar um produto, suas libs, SDKs, documentações, frameworks, soluções open-source, ferramentas de forma geral, APIs, etc.

DX e UX compartilham alguns princípios, mas com diferenças de boas práticas, isso porque developers tem necessidades diferentes em seu contexto diário em comparação a um usuário comum.

Em resumo, DX é importante pelas mesmas razões que UX é importante. Developers que encontram boa DX ficam mais felizes, promovem mais, e utilizam seu produto por mais tempo.

Quem trabalha no mundo da tecnologia esta habituado a receber recomendações de novas soluções por meio de colegas, amigos e pares, e os produtos que encabeçam a lista como mais recomendados, são aqueles que tem boa DX.

Pilares da Developer Experience

Assim como UX, DX também tem premissas e pilares identificar quando a experiência é positiva e de quando não é. Abaixo listo alguns pilares e explico mais sobre eles:

Função

A base da experiência para developers, uma devtool é tão boa quanto a função que ela oferece para realizar uma atividade. Boa interface, marketing, promessas milagrosas, e bullshit em geral, não vão conseguir esconder funcionalidades ruins. Se não funciona, não adianta, não tem DX.

Estabilidade

Além de funcionar, seu produto tem que ter alta performance e confiança, claro que softwares estão sujeitos a bugs, por isso, é importante solucionar rapidamente erros no produto para não gerar grandes danos aos usuários.

Na estabilidade a relação de confiança com o seu produto começa a ser construída, sem ela, a percepção de valor cai drasticamente.

Facilidade de uso

Facilidade de uso em DX é além do que parece, não é somente sobre navegar na ferramenta, mas também acessar o que for necessário em todas as etapas da jornada de forma rápida e eficiente.

Documentação rica, casos de uso, comunidades, bases de conhecimento, atalhos de teclado, snippets, filtros intuitivos, pesquisas feitas anteriormente salvas, e também pontos mais profundos como desempenho, juntos adicionam velocidade no processo de interação dos developers com seu produto e aumentam o engajamento.

Clareza

Neste ponto a DX está comprometida a fornecer uma interface simples que traga as informações necessárias para o developer realizar seu trabalho, ajudando-o com ações críticas em seu dia-a-dia. A clareza se preocupa em fornecer ao developer visibilidade total das possíveis consequências envolvidas em uma ação e no histórico de suas ações.

Cases de DX

Como disse anteriormente, DX pode parecer um termo novo no mercado, algumas empresas já se preocupam em oferecer experiências ricas para developers, e possuem cases realmente interessantes, abaixo listo alguns exemplos e o porque eles são bons cases de DX.

Stripe (https://stripe.com) — uma das melhores ferramentas de pagamento online do mercado, a Stripe se destaca por sua preocupação em fornecer a developers a melhor experiência possível com sua ferramenta, documentações, casos de uso, vídeos de demonstração, webinars, facilidade para implantação da ferramenta. Tudo isso reunido dá conta do recado no que diz respeito a DX.

Atlassian (https://www.atlassian.com/) — a Atlassian hoje pode ser considerada a maior suíte para colaboração e desenvolvimento de software do mercado, sua maturidade fornecer uma experiência self para o developer em qualquer uma das suas ferramentas (como o Jira para gestão de projetos, Confluence para base de conhecimento, e Bitbucket como repositório) é algo onde a maioria das empresas de software deveriam se espelhar.

Firebase (https://firebase.google.com) — a plataforma de desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis e Web da Google se destaca pela facilidade no setup, o ponto alto da sua experiência está na facilidade de uso e clareza com que as ações podem ser realizadas dentro da plataforma.

Conclusão

DX será tema cada vez mais abordado em alinhamentos e estratégias de produtos digitais, uma vez que developers são cada vez mais considerados um dos principais agentes nas empresas, e muitas vezes os tomadores da decisão final.

Aqui no LinkApi estamos olhando para DX com extrema atenção e importância, por sermos uma ferramenta para developers em busca de eliminar o trauma com integrações de software.

Uma coisa que posso afirmar por experiência própria, adquirida durante nossa jornada de construção do produto, é que quando você consegue potencializar a experiência dos developers que usam seu produto, você consegue eliminar pelo menos metade da fricção na adoção dele, e aumentar em 50% o engajamento.

Esse artigo é o primeiro de uma série de artigos que irei escrever sobre DX e como aplicamos no LinkApi para revolucionar a experiência dos developers com integrações, então fiquem ligados que daqui a pouco tem mais!

Uma última coisa, para vocês, quanto DX é abordado e quão importante é no desenvolvimento de seus produtos e serviços? Comenta aí, vamos trocar figurinhas.

Compartilhe

O melhor sobre APIs e Integrações.
Toda semana no seu inbox.

Fique por dentro das novidades e melhores práticas

use o linkapi agora!

Construa integrações gratuitamente

use o linkapi agora

Construa integrações gratuitamente

Albert Cavalcante

Albert Cavalcante

Albert Cavalcante é o Chief Experience Officer da LinkApi. Atua com tecnologia desde os 16 anos, é evangelista da Developer Experience e apaixonado por produto, tecnologia, design e UX.
    O melhor sobre APIs e Integrações.
Toda semana no seu inbox.

    O melhor sobre APIs e Integrações.

    Toda semana no seu inbox.

    Conteúdos técnicos, novidades sobre integrações, dicas de mercado e mais conteúdos exclusivos!

    Assinatura realizada com sucesso!

    Pin It on Pinterest